Algodão doce

Gosto de algodão doce e de uma infância cor-de-rosa.Gosto que amarga a boca de saudade. 
E tudo gira e muda depressa, como a máquina de fazer algodão doce. Caio na vida, meio-amarga, agridoce.


A máquina de algodão doce, o jeito mágico de ver surgir o doce, o açúcar, o palitinho, a fina teia de açúcar se formando... o algodão doce... os olhos puros admirando, a máquina girando, a teia vai se tecendo... As mãos adultas entregando o algodão doce, as mãozinhas, ainda pequenas, unhas roídas, imponentes segurando o algodão doce. O doce na boca, o doce do mundo... o gosto da infância... Saudades muito minhas de sensações indescritíveis e sonhos feitos na máquina de algodão doce, que eu vivi hoje com o meu amor... Muito bom ter o gosto da infância na boca.

3 comentários:

  1. Vim da um oieee e dizer que seu blog ta lindoooo, bjbjbj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Selminha obrigada pela visita. Amei. beijinho

      Excluir
  2. nossa quanto mais velha a gente fica, mais a gente gosta de algodão doce kkkk

    ResponderExcluir