Sobre relacionamento e interesses


Oi gente, vim falar sobre interesse, casamento, conforto de uma casa segurança. 
Primeiro quero desabafar: não gosto de piadinhas onde as pessoas querem sugerir que sou interesseira. Que isso e que aquilo...(eu sou interesseira, como todos na sociedade, isso não é pecado)
Vou confessar que tenho prioridades na minha vida, ou seja, quero sempre andar pra frente e nunca para traz, então na hora de escolher um parceiro para eu compartilhar a vida, preciso alinhar com ele como planejar um bom relacionamento. 
Como isso ocorre comigo? Primeiramente preciso gostar aparentemente da pessoa, depois aprender ama-la ( isso é muito difícil, porque amar minha gente, não é se acostumar com a pessoa) essa pessoa tem que satisfazer a gente na cama #interessesbiológicos, depois preciso saber a rotina e os interesses profissionais da pessoa e logo em seguida objetivos e sonhos que essa pessoa conquistou ou pretende...É necessário observar como a pessoa administra a parte financeira porque pelo que eu entendo "amor não enche barriga", pronto falei rsrsr!
Na minha opinião acabou esse negocio de interesse por conforto, hoje as pessoas procura um envolvimento pessoal, parceria financeira, metas em comum entre outros critérios.
E cada um de nós tem, é claro, sua lista das coisas que são prioritárias num relacionamento, alguém que seja sincero, que te dê segurança, que apoie seus projetos,  e que consigam juntos realizar alguns sonhos. Isso minha gente constitui um bom casamento. 
Na verdade esculto muita gente dizendo que casamento é um papel assinado, e eu tenho que concordar com isso, e que festa de casamento é um investimento desnecessário, e eu tenho que concordar plenamente também ( não estou dizendo que não vale a pena, meu sonho é uma festa de casamento e papel assinado) mas acredito que casamento vai muito alem disso.
Na verdade um casamento de mentira não trás estabilidade, não garante a segurança no lar e menos ainda educa os filhos, pelo contrário, destrói toda a esperança que eles poderiam depositar na sagrada instituição da família e na felicidade plena que o amor pode dar à nós, seres-humanos, que fomos criados por Deus para o amor, não para a mentira.
Então antes  de ficar pensando abobrinha e fazer piadinhas quero que saiba que casamento é algo serio e não diz apenas em seguranças social. E que a minha lista de prioridades não inclui se aproveitar do meu companheiro. Quero por fim deixar claro que a minha individualidade é prioridade. Não acho certo as menininhas do seculo XXI que depende do marido, isso se chama falta de vergonha na cara, pessoas folgadas, meninas que engravida para garantir um pensão isso, meus amigos, é o mais puro reflexo da mulher burra e folgada com a qual você pode topar por aí. Esse tipo de pensamento é uma praga que afeta principalmente as mulheres meio sonsas.
Beijos da Jaque


1 comentários:

  1. Passei e encontrei o seu blog, estive a ver e ler algumas coisas, não li muito, porque espero voltar mais algumas vezes,
    mas deu para ver a sua dedicação e sempre a prendemos ao ler blogs como o seu.
    Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante, deixe um comentário, e se desejar fazer parte de meus amigos virtuais, esteja à vontade, irei retribuir.
    Mas por favor não se sinta coagido, siga apenas se desejar. Muita paz.
    António.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    ResponderExcluir